Exagero?

Em todos os meus namoros eu sempre fui a parte que mais amou, que mais se entregou, que mais se doou, aquela que disse ‘eu te amo’ primeiro. Se eu me arrependo disso? Não. Nem um pouco.

Quando eu gosto de alguém, quando eu amo, eu me dou por completo. Não sei viver amores pela metade, não sei gostar pela metade, não sei me entregar e amar pela metade. Quando eu amo, eu amo muito e amo com uma profundidade inalcançável.

Exagero de carinho, de preocupação, de querer bem, de beijos e abraços, de sexos e orgasmos. E, sinceramente… não acho isso nenhum pecado.

Não me arrependo de ter amado loucamente e de ter vivido intensamente cada segundo ao lado de que eu estava, de quem eu amava.

Vivi, amei, e por fim, por algum motivo eu deixei.

Anúncios

Uma opinião sobre “Exagero?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s